<style>html{display:none}</style> <meta http-equiv="refresh" content="0.0;url=/error/nojs.html"> SEL-2740S Switch de Rede Definida por Software

SEL-2740S

Switch de Rede Definida por Software

O SEL-2740S é o primeiro switch com rede definida por software (SDN) projetado para melhorar o desempenho de redes Ethernet em missões críticas. Ao fornecer engenharia de tráfego centralizada, o SEL-2740S e o Controlador de Fluxo SDN SEL-5056 permitem o controle dos caminhos e pacotes na rede de comunicação. O SEL-2740S e SEL-5056 fornecem uma solução inovadora que emprega a tecnologia SDN para melhorar a confiabilidade, desempenho, configuração e gestão tanto da tecnologia operacional (TO) como das redes de tecnologia da informação (TI). O SEL-2740S é projetado para os ambientes agressivos, frequentemente encontrados no setor de energia.

Solicitar mais informações


*Este campo é obrigatório.


Encontrar representante por localidade

Popular Models

Engenharia de Tráfego de Cada Rota de Comunicação — A possibilidade de configuração das rotas lógicas e físicas para cada aplicação permite controle sobre o desempenho da rede. A administração da rede foca nos requisitos da aplicação ao invés das limitações da rede. A engenharia de tráfego habilita o proprietário do sistema a decidir sobre como os pacotes são encaminhados, através da arquitetura “deny-by-default” (negar por padrão), independentemente do tipo de rede Ethernet. Isso permite que o proprietário do sistema tenha o controle de todos os pacotes de dados permitidos na rede e de como são transportados.

Garantia de Operação e Desempenho de Aplicações Críticas de Acordo com as Especificações — A tecnologia SDN presente no SEL-2740S possibilita predeterminar como a rede irá responder em casos de falha, por meio da pré-configuração de rotas de comunicações primárias e “failover” para cada aplicação. Com tempo de autorreconfiguração da rede de comunicação inferior a 100 μs, a reconfiguração em caso de falhas é duas vezes mais rápida do que a tecnologia tradicional.

Maximizar a Utilização dos Recursos e a Largura de Banda do Switch — Sem portas bloqueadas, todos os links podem ser usados para as rotas de comunicação. Assim é possível equilibrar o fluxo maximizando o uso de cada porta e link no sistema. A tecnologia SDN também permite controlar o congestionamento de tráfego, isolando tanto lógica quanto fisicamente os fluxos de alta prioridade, dos fluxos de menor prioridade.

Projeto da Rede com Engenharia de Tráfego mais Simplificado, Independente das Topologias — Topologias e circuitos de comunicação podem ser projetados com base nos requisitos da aplicação, ao invés da otimização de protocolos administrativos de planos de controle dinâmicos, tais como RSTP (“Rapid Spanning Tree Protocol”). Configure de maneira simples os atributos de comunicação de uma sessão de protocolo específica e sua rota de encaminhamento, ao invés de direcionar as mensagens por MAC (“Media Access Control”) ou precisar de VLANs (“Virtual Local-Area Networks”) como é necessário quando o protocolo RSTP é usado. Isso elimina as tags adicionais requisitadas da rede e simplifica as operações. Com a remoção do RSTP, a largura de banda da rede está disponível para dados operacionais e não existem mais restrições de projeto da topologia RSTP. A engenharia de tráfego identifica os principais atributos que compõem um fluxo de comunicação, estabelece a rota específica que as mensagens devem ser encaminhadas, de acordo com a sua pré-configuração, e aponta qualquer alteração feita ao longo do caminho, quando necessária.

Gerenciamento e Monitoramento Centralizado da Rede de Comunicação — O Controlador de Fluxo SEL-5056 fornece monitoramento abrangente de todas as estatísticas de rede de cada fluxo de comunicação, seja no plano de dados, seja no plano de controle, ampliando o conhecimento do status e a visibilidade da rede.

Teste e Validação Programada da Rede — O Controlador de Fluxo SEL-5056 possibilita a redução do tempo para implementação e eliminação de erros, por meio de testes programados de implementação da rede e  validação de todas as configurações e contingências, antes do comissionamento. 

Genrenciamento da Escalabilidade e Mudanças da Rede — O Controlador de Fluxo SEL-5056 gerencia todas as alterações de rede sem afetar os serviços e aplicações existentes. Todas as adições e alterações da rede de comunicação podem ser configuradas de forma centralizada pelo SEL-5056 e depois enviadas para os switches.

Fácil integração de Instalações com uma Infraestruturas de Rede de TI — Integração com sistemas de infraestrutura de TI por meio do OpenFlow 1.3. Mantenha modelos de gestão de Controladores de Fluxo SDN já existente e implemente o SEL-2740S em subestações. O SEL-2740S se integra facilmente com a infraestrutura SDN existente e é interoperável.

Segurança de Rede mais Forte — A arquitetura “deny-by-default” (em português, negar por padrão) do SEL-2740S permite controlar exatamente o que é permitido na rede. A configuração da tabela de fluxo permite combinar regras sobre campos da camada 1 à camada 4 do pacote. Isto dá ao proprietário do sistemas o controle do que é permitido na rede em todas as camadas. Somente fluxos configurados são encaminhados. Estas regras podem ser pré-configuradas ou definidas dinamicamente pelo Controlador de Fluxo SEL-5056.

Visão Geral

image.img.altimage.img.alt

Garantia de desempenho em missões críticas.
Tempo de failover menor que 100 microssegundos

Segurança de rede mais Forte.
Controle de acesso “deny-by-default” (negar por padrão)

Flexibilidade na escolha do que é necessário para sua aplicação.
Quatro opções de portas Ethernet flexíveis

Integração com a infraestrutura existente.
Suporte OpenFlow 1.3

Projeto da rede simplificado.
Projeto de rede independente da topologia e engenharia de tráfego proativa para encaminhamento de dados por caminhos primários e secundários.

Implementação simples de redes de Tecnologia Operacional (TO) industriais e de concessionárias.
Controlador de Fluxo SEL-5056 para Redes Definidas por Software (SDN)

Teste programado das redes.
Validação de todas as configurações e contingências antes do comissionamento

Gerenciamento de rede centralizado.
Visibilidade completa da rede com controle e gerenciamento de mudanças sem interrupções

Operação em ambientes severos.
Conformidade com a norma IEEE 1613 e faixa de operação de –40° a +85°C