html{display:none} Schweitzer fecha R$ 60 milhões em novos contratos | Schweitzer Engineering Laboratories
Notícias / SEL na mídia / Schweitzer fecha R$ 60 milhões em novos contratos

Schweitzer fecha R$ 60 milhões em novos contratos

A Empresa consolida-se como fornecedora de equipamentos e sistemas para proteção, controle e automação de sistemas elétricos. Destaque para venda de sistemas que minimizam blackouts.

Campinas, 6 de setembro de 2013 – A Schweitzer Engineering Laboratories (SEL) anuncia que nos últimos 12 meses fechou nove novos contratos com grandes companhias dos segmentos de transmissão e distribuição de energia elétrica e indústrial, no valor total de R$ 60 milhões. 

No segmento industrial, a SEL forneceu três sistemas chamados powerMAX para grandes petroquímicas dos estados de São Paulo e Bahia. Esses contratos somam cerca de R$ 24 milhões. Durante os blecautes, o sistema powerMAX tem o papel de garantir a continuidade operacional, reduzir o impacto ambiental e preservar a segurança das instalações e das pessoas.

Para o segmento de transmissão de energia elétrica, a SEL forneceu mais de 300 relés de distância e sobrecorrente que serão usados em linhas de alta tensão na região Nordeste do país.

Na área de distribuição, mais de 5 mil equipamentos serão fornecidos para uso nas subestações de energia nas capitais e algumas cidades do interior de São Paulo e Paraná.

Um dos fatores que impulsionou a expansão foi o fato de a companhia ter acrescentado à sua estratégia maior foco na comercialização de sistemas completos, que até o momento representa 60% do total de vendas da empresa em 2013. 

Até 2017, a meta da companhia é dobrar seu faturamento. A empresa também planeja abrir mais dois escritórios até 2015, um em Porto Alegre (RS) e outro no Rio de Janeiro (RJ).

Sobre a SEL 

A filial brasileira da SEL (Schweitzer Engineering Laboratories, Comercial Ltda), especializada em proteção e automação de sistemas elétricos, foi aberta em 2000 na cidade de Campinas, São Paulo, onde seu Centro de Assistência Técnica possibilita oferecer sistema de proteção e automação de sistemas elétricos, ensaios, testes, reparos, treinamento e cursos. A SEL possui fábricas nos EUA e México, e filiais em países como China, Inglaterra, Itália, Peru, Índia, Canadá, África do Sul, México, Austrália, Nova Zelândia, Bahrain e Brasil. Concessionárias de transmissão, distribuição e geração, além de indústrias de diversos segmentos em todo o mundo são clientes da SEL. Os usuários de energia elétrica possuem enormes benefícios através das inovações e melhorias realizadas pela empresa.

CONTRATOS:

 

  • CHESF – 02 CONTRATOS
    • 1º PEDIDO – R$ 3M
    • 2º PEDIDO – R$ 1.5M
  • REPLAN – R$ 6.5M
  • REVAP – R$ 4M
  • BRASKEM – 02 CONTRATOS
    • powerCORE – R$ 1.5M
    • powerMAX – R$ 14M
  • ELETROPAULO
    • Contrato SEL-751A + SEL-3354 – R$ 4M
    • Relés SEL-751A via ECIL – R$ 1.5M
  • COPEL – R$ 12M
  • CPFL – R$ 14M

Para atender a demanda destes 09 contratos e outros que estão a caminho, a SEL investiu e continuará investindo em recursos humanos e materiais, além de expandir as operações. Os investimentos deverão somar cerca de R$ 5 milhões até o final de 2013.

Nos últimos 12 meses a Empresa contratou cerca de de 30 pessoas, sendo que mais de 70% foram destinadas a trabalhos nas áreas técnicas e/ou diretamente relacionadas aos projetos mencionados. Ampliou o Depto de Engenharia e Serviços, que é o responsável pela condução dos projetos de maiores valores. 

Dentro deste Depto, membros da equipe de proteção e automação passaram por um intensivo treinamento de 3 meses na matriz da Empresa nos Estados Unidos para estarem habilitados a desenvolver soluções no sistema powerMAX. Este sistema é concebido para evitar, detectar e minimizar os riscos de blackouts (apagões) no sistema elétrico.

A SEL também investiu em melhorias e ampliação de seu laboratório de proteção e automação com a compra de novos equipamentos e atualmente planeja expansão de sua área de montagem de painéis e desenvolvimento de sistemas na cidade de Campinas-SP, que representará investimentos adicionais para 2014.

Até 2017, a meta da companhia é dobrar seu faturamento. A empresa também planeja abrir mais dois escritórios até 2015, um em Porto Alegre (RS) e outro no Rio de Janeiro (RJ). Atualmente possui escritórios em Salvador (BA), Curitiba (PR) e São Paulo (SP), além da sede, em Campinas (SP).

 

Fonte: Jornal Folha de São Paulo - Versão Impressa