html{display:none} Indicadores de Faltas da SEL: Eficiência, Confiabilidade e Segurança | Schweitzer Engineering Laboratories
Notícias / Produtos e Soluções / Indicadores de Faltas da SEL: Eficiência, Confiabilidade e Segurança

Indicadores de Faltas da SEL: Eficiência, Confiabilidade e Segurança

Equipamento proporciona maior segurança operacional ao sistema e reduz o tempo de interrupções no fornecimento de energia

Os indicadores de faltas da SEL são equipamentos responsáveis pela indicação de um curto-circuito em redes de distribuição aéreas em média tensão e em linhas de transmissão de até 69kV, mantendo uma sinalização luminosa para a verificação por parte de equipes de manutenção, processo esse que auxilia na localização do defeito e, consequentemente, restabelecimento da energia elétrica de forma mais rápida e com segurança. É um dispositivo, portanto, que auxilia as equipes de campo na identificação de emergências, sejam eles transitórios ou permanentes.

Os Indicadores de Falta SEL-AR360 e SEL-AROH são baseados em microprocessadores e possuem indicadores luminosos com LEDs pulsantes que proporcionam fácil visualização. No SEL-AR360, a visualização é ainda mais facilitada porque possui uma sequência de flashes “rotativos” com 360 graus de visibilidade.

Esses dispositivos identificam as faltas temporárias e permanentes de forma independente, possibilitando a identificação e gravidade da falta e facilitando, assim, na tomada de decisão por parte da equipe que está em campo. Possuem ajuste automático para o nível de disparo de falta com base na corrente de carga medida. Adicionalmente, proporcionam ainda maior economia, pois ao se adquirir um único dispositivo para vários circuitos diferentes, evita-se gastos adicionais com peças sobressalentes para indicadores diferentes em cada tipo de circuito.

 

 EDP - AR360-AROH

SEL-AR360 e AR-OH

Desde 2017, a EDP Espiríto Santo adquire unidades dos indicadores de falta aéreos, modelos SEL-AR360 e SEL-AROH. A cada lote de equipamentos instalados percebeu-se, entre os benefícios, formas de acelerar a retomada dos circuitos em falha. Desse modo, gradativamente, a EDP expandiu a solução para sua rede de distribuição aérea de 13,8kV e 34,5kV. “Percebemos que o equipamento da SEL traz eficiência, segurança operacional para o sistema e reduz o tempo que os consumidores ficam sem energia. Já estamos com quase duas mil peças instaladas e estamos ampliando. Estávamos em busca de tecnologias e benfeitorias para a rede e apareceu em nosso caminho o indicador de faltas da SEL, que nos fornecia relés e outros equipamentos. Já tínhamos utilizado diversos produtos de fornecedores do Brasil e exterior, mas sempre tivemos muitos problemas. As nossas equipes tinham grandes dificuldades na identificação dos problemas ao longo da rede de distribuição e quando começamos a testar os dispositivos da SEL verificamos que era um produto mais robusto. A primeira instalação aconteceu em 2017 em regiões de montanha e de mata. Inicialmente, foram de 30 a 50 unidades e as equipes de campo informaram que o equipamento dava mais segurança. Isso trouxe mais rapidez na identificação e resolução do problema”, informa o Gestor Operacional da EDP Espírito Santo, Fernando Vargas Baldotto.

“Durante esse tempo, a SEL nos auxiliou inclusive a selecionar os pontos mais indicados para instalação, minimizando, assim, tempo e riscos para os técnicos que muitas vezes precisam realizar os trabalhos em regiões de difícil acesso, de matas. A SEL foi proativa e nos ajudou muito na escolha dos pontos”, analisa Fernando.

Assim, a EDP encontra facilidade no entendimento de como tais dispositivos funcionam, como fazer a correta instalação e ações de manutenção. Além disso, os indicadores ofertados permitem na hora da compra a configuração dos tempos de indicação luminosa de acordo com o tipo de curto-circuito (se é temporário ou permanente), permitindo um consumo mais eficiente da bateria do sensor, fazendo com que o dispositivo dure mais tempo instalado. 

Para curtos-circuitos permanentes, a equipe de manutenção de redes de distribuição consegue chegar até o ponto de falha num espaço de tempo razoavelmente curto e o critério foi adotar tempo de indicação de quatro horas, mas para algumas áreas de difícil acesso o critério foi ter um tempo de indicação mais longo, de oito horas.

Para curtos circuitos temporários em redes de distribuição, a EDP padronizou não utilizar esta funcionalidade do indicador de falta, elevando a vida útil do equipamento, com a redução do consumo de bateria. 

“Podemos dizer que o indicador de faltas da SEL é um equipamento que funciona, traz eficiência para as nossas redes de distribuição e colabora com a segurança operacional das nossas equipes e do nosso sistema. Isso é fundamental para a gente, pois vai ao encontro com o princípio fundamental da EDP que é a vida em primeiro lugar. Além dos benefícios operacionais e sistêmicos, contamos com a transparência que a SEL possui com as informações técnicas e todo esse apoio é fundamental para o sucesso dos nossos projetos”, conclui Fernando.

Itarana.2

Indicadores de Falta instalados nas redes da EDP Espírito Santo